14 agosto 2010

Eles estão nos vigiando: CIA e Google já reconhecem que fazem espionagem conjunta na internet

As relações sempre existiram, mas agora CIA e Google reconhecem o início de uma colaboração baseada no controle da atividade na Internet, incluindo a espionagem com objetivos repressivos.


A empresa de monitoramento Recorded Future será a encarregada de estudar a informação coletada de maneira massiva na rede, com o objetivo de orientar a evolução futura de acontecimentos que a CIA achar de interesse para o Estado.

Para tal, a Recorded Future possui uma tecnologia “de análise temporal”, que realiza buscas analíticas em milhares de sites – incluindo blog, fontes de notícias online, portais governamentais, banco de dados de finanças e redes sociais – e compila as informações. Uma vez coletados os dados, a ferramenta extrai o quem, o quê, quando, onde e porquê de cada item. Isso inclui dados como entidades, eventos e tempo de duração de determinado evento.

Segundo as informações difundidas por alguns meios de comunicação, com esses dados a ferramenta mede o momento e o sentimento para cada item indexado para conseguir chegar a uma previsão razoável sobre o acontecerá na sequência. Esse processo permitiria que as pessoas explorem o passado, presente e futuro predicado de quase todas as coisas. O produto também oferece ferramentas de visualização para mostrar ligação entre informações e previsões, segundo a companhia.

Recorded Future afirma que faz análises sofisticadas com base na linguística e na estatística, ao serviço do que chamam “segurança nacional”. A CIA é um dos primeiros órgãos a adotarem essa tecnologia, em colaboração com Google.

Empresas de investimento e trading, grupos de monitoramento, relações públicas, gerenciamento de crise e agências de publicidade também estariam já utilizando a Recorded Future, segundo o site da firma.

Sediada na região de Boston, nos Estados Unidos, a Recorded Future conta com apenas 15 funcionários em todo o mundo, segundo a própria empresa, todos com ‘pedigrees’ distintos. Na equipe estão cientistas da computação, estatísticos e linguistas, alguns PhD.

Google já tinha investido capital no projeto a través da Google Ventures, departamento que se encarrega dos investimentos da empresa. Agora volta a fazê-lo só que com um sócio o In-Q-Tel, organismo através do qual a CIA investe em tecnologia.

A relação de trabalho entre os dois procura servir ao objetivo de entender os comportamentos de quem utiliza a Internet, estudá-los e prevê-los.

A Recorde Future afirma que já demonstrou que pode sim fazer previsões, se antecipando a um ataque do Hezzbollaz um mês antes de que o governo de Israel reagisse.

Fonte: http://www.itweb.com.br e http://www.lazertecnologia.com e http://paisdaelitenews.wordpress.com/

Via: Libertar

7 comentários:

  1. Eles serão pegos de surpresa o que lhes aguarda é terrível.
    E isso nunca esteve tão próximo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Bahhhhhhhhhhhhhh..............já suspeitava disto! Tenho navegado na internet há uns 10 anos e noto que muitos sites e links foram retirados do ar. Lugares que eu frequentava e que eram críticos à ordem vigente. A Internet é uma boa ferramente de controle social se usada por governos tiranos e ditatoriais. Bela notícia! A Matrix está consolidada!!!! Infelizmente! Grande abraço, Willys.

    ResponderExcluir
  3. Pois é, sempre fez se necessário medir nossas palavras digitadas no mundo virtual por bom senso e pela educação de cada um. Todavia, as coisas que precisam ser ditas não podem ser medidas, devem ser escancaradas, e isso muitos de nós o fazem bem feito.

    Infelizmente esses dias de liberdade de expressão estão contados. O tempo corre e perdemos blogs, sites e canais que ajudam a divulgar a verdade.

    Acordemos o maior número de pessoas possível antes que não haja mais meios de fazê-lo!

    ResponderExcluir
  4. Ravena, a Laura postou, há uma semana atrás, mais ou menos, um vídeo chamado Illuminati Matrix. Pelo que o vídeo explica, "Eles", a egrégora luciferiana, são, de certa forma, nossos pais neste plano ilusório. O vídeo explica que toda a terceira dimensão é uma ilusão criada por, "Eles". E a única maneira de se livrar desta ilusão é atingindo um tipo de nirvana, onde o indivíduo separa-se de seu ego e por tanto cessa de pensar. O vídeo explica que este era o nosso estado antes da ilusão. Inclusive explica que até mesmo a alma ou o espírito continuam sendo parte desta ilusão, posto que, de certa forma continuam a ser o ego do indivído.
    Em resumo, o vídeo sugere que tudo o que diz respeito a este mundo e a nossa vida consciente é obra desta egrégora luciferiana. O deus bíblico é, na verdade, esta egrégora. Quando diz, "Faça-se o homem a NOSSA imagem e semelhança."
    E pela linha de raciocínio do vídeo tudo é uma ilusão, inclusive movimentos New Age.
    Se você, Ravena ou a Laura, ou mais alguém quiser comentar sobre este vídeo seria bom para tentarmos analisar um pouco e não ficarmos recebendo informação sem refletir sobre nada.

    Estou lendo o site também, http://illuminatimatrix.wordpress.com/, e estou achando bem interessante.

    ResponderExcluir
  5. Oi Ravena

    Essa temática do nosso futuro cibernético muito me instiga.
    Daí fazendo um exercício de ficção e indo um pouco mais além em outras plataformas web...
    Por exemplo a Wikipedia, a mais popular das web 2.0, é tomada como uma "ameaça a cultura" por críticos (veja Andrew Keen).
    Não concordo com tudo mas com partes do que ele diz, porém podemos obsevar alguns aspectos que nos farão refletir.

    Alguns assuntos vão ao ar sob muita disputa pois tem versões divergentes,
    como ter certeza de que a versão que está online é mesmo a correta?
    Os editores, muitos são anônimos, quem e quantos são exatamente?
    Como é monitorado o conteúdo?

    Notem que a informação emitida por um especialista, pode não ser mais levada em conta, mas sim ter validade pela popularidade...
    De certa forma o Google e outros sites de busca também têm essa lógica através do "page-rank".

    A Wiki está se tornando uma fonte totalmente confiável, semi-oficial ou oficializada pelo popular digamos.
    Já houve casos comprovados de informações falsas plantadas na Wiki.
    Será que não teremos de leve algum cenário semelhante com 1984 de Orwell? Na sua história todas as informações ou perfis incovenientes eram apagados ou editados...

    Por outro lado sem paranóias a wiki tem muitos benefícios como esse da colabaração nas edições/publicações, amplo e fácil acesso.
    Mas o dilema é que ela pode estar se tornando o oráculo de uma "massa sem conteúdo".
    Quem controla isso, (se é que há um controle) terá poder.

    A evolução tecnológica está tomando caminhos sem volta e rápido... vamos ver como fica.

    ResponderExcluir
  6. Ravena, eu tenho encontrado mais dois links para quem gosta de ler. Um deles tem espiritualidade e do outro tem variedades de OVNI. Espero que você vai gostar.
    http://universalistas.blogspot.com/
    http://arquivosdoinsolito.blogspot.com
    Abraço.
    Rudi

    ResponderExcluir
  7. "[...]Não se vai ter mais os discos dos RAMONES..." Dean, Supernatural.

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".