04 outubro 2010

Japão e EUA emitem alerta aos viajantes sobre possíveis atentados na Europa

Japão alerta viajantes sobre possíveis atentados na Europa
04 de outubro de 2010 • 06h48

O governo do Japão emitiu nesta segunda-feira um alerta de viagem na qual recomenda a seus cidadãos que dobrem as precauções em lugares públicos da Europa perante o risco de atentados terroristas da Al-Qaeda.
O aviso do ministério japonês de Exteriores foi feito no dia seguinte à divulgação de um alerta similar pelos governos dos Estados Unidos e do Reino Unido.
Em comunicado, o Executivo japonês advertiu aos japoneses que viajem ou vivam na Europa sobre a possibilidade de atentados da Al-Qaeda e outros grupos, após ter recebido um aviso nesse sentido do governo de Washington.
O ministério de Exteriores pediu aos japoneses que tenham previsto viajar à Europa que disponham de informação atualizada e ajam com precaução em zonas que poderiam ser alvo terrorista, como instalações governamentais, delegacias, transporte público, áreas turísticas e lugares de reunião de massas.


EUA podem pedir que americanos fiquem vigilantes na Europa
02 de outubro de 2010 • 19h19 • atualizado às 21h07

Os Estados Unidos estão considerando a possibilidade de alertar formalmente os americanos a ficarem vigilantes durante suas viagens à Europa, por causa de levantamentos da Inteligência que apontaram ameaças de ataques de militantes da Al Qaeda, disse uma autoridade americana no sábado.
Um complô para deflagrar ataques coordenados na Europa foi descoberto, nos seus estágios iniciais, durante ataques com aviões controlados por controle remoto, contra militantes no Paquistão, mas ainda não ficou claro se a ameaça foi completamente desmantelada, segundo declarações dadas por fontes da segurança, durante a semana.
Uma autoridade americana disse que os EUA estão "considerando a possibilidade de emitir um alerta para os viajantes que forem à Europa, por causa da mais recente ameaça de ataques da al Qaeda." A autoridade, que preferiu se manter anônima, disse ainda que os EUA estava conversando com os governos europeus sobre o possível alerta. Não se sabe ainda quando o alerta poderá ser emitido.
A Alemanha disse tinha conhecimento da informação de possíveis ataques da Al Qaeda na Europa e nos EUA e que fontes da Inteligência americana haviam dito que agências de segurança haviam desbaratado os planos de militantes baseados no Paquistão e que haveria ataques simultâneos em Londres, e nas principais cidades da França e da Alemanha.
A trama envolvendo a al Qaeda e militantes aliados estava embrionária e teria grupos de terroristas sequestrando e matando reféns, provavelmente como aconteceu nos ataques de 2008 na cidade indiana de Bombaim, quando 166 pessoas morreram.

Fonte: Terra

Atualização


Alerta geral. Atentado terrorista iminente na Europa
por Sara Pereira, Publicado em 04 de Outubro de 2010

Recolher obrigatório para os militares norte-americanos na Alemanha. Ataque na cimeira da NATO é pouco provável

O governo de Washington alertou ontem os viajantes norte- -americanos para possíveis atentados terroristas em destinos turísticos na Europa. O comunicado não refere nenhum país em particular, mas Paris, Berlim e Londres parecem estar na linha de fogo de um plano terrorista da Al-Qaeda. O alerta não é tão sério que desaconselhe os norte-americanos de viajar para destinos europeus, mas alerta os norte-americanos para "o potencial terrorista em ataques a redes de transportes públicos e outras infra-estruturas turísticas".

Continue lendo

4 comentários:

  1. Bom dia, Ravena. Pelas notícias do dia-a-dia podemos ver que alguma coisa está para acontecer. Tanto no que se refere a um evento que desencadeará a guerra como também eventos relacionados a manifestação alienígena em massa entre nós. Agradeço a você por nos manter sempre informados e nos agraciar com seus comentários sempre muito sábios. Sou um frequentador assíduo do seu blog que é uma inspiração para mim.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. A crise não abranda, pelo contrário: a "retoma" não parte e as pessoas sentem a crescente desconfiança, além de ver os 30 milhões de novos desempregados.

    É necessário algo? Se calhar algo para nos manter ocupados e concentrar a nossa atenção?

    Talvez.

    E aqui surgem Al-Qaeda e as ameaças terroristas.

    Porquê agora? Porquê agora, quando é evidente que o Verão não acalmou os mercados financeiros e os dados confirmam que a "travessia do deserto" será ainda longa e penosa?

    Vamos descobrir depois dos ataques uma "pista iraniana"?

    Outra vez: talvez.

    Não podemos esquecer que a Grande Depressão acabou apenas com a Segunda Guerra Mundial.
    Guerras, infelizmente, que também têm uma grande função regenerativa.

    É esta a chave de leitura correcta?

    Não, é uma ideia e nada mais. Aliás, parece demasiado simplista para ser verdade.

    Mas é melhor ficar alerta, pois o animal ferido é mais perigoso.

    ResponderExcluir
  3. Aquele que Busca, olá querido! Agradeço muito o comentário e sua percepção por juntar as informações!

    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Oi Max,

    Obrigada por seus sempre comentários inteligentes!
    E é o que eu sempre digo, melhor estar em alerta do que ser pego de surpresa!

    Beijão

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".