11 novembro 2010

A ciência comprovando as profecias maias? Eles não sabiam da energia do centro da galáxia?



No dia 10 de novembro vimos em todos os jornais a seguinte notícia: Telescópio espacial descobre 'bolhas' no centro da Via Láctea, e a conclusão dos seus "descobridores" foi a seguinte: 

"Nós não entendemos completamente a sua natureza ou origem"

De acordo com o Protocolo de Sião, sabemos o seguinte:

...Nenhuma notícia será publicada sem antes ter recebido nossa aprovação. O que desde agora acontece, pois todas as notícias do mundo são reagrupadas somente em algumas agências...

As informações estão sendo publicadas a conta gotas e sabe-se lá porque, de alguma forma devem ser repassadas, se você não sabe nada sobre essa energia vinda do centro da galáxia, profetizada pelos povos antigos e que nós chamamos de Nexus, então a informação da bolha não vale de nada, seria só mais uma descoberta "irrelevante" da Nasa. E é exatamente isso que o governo oculto quer, se fazer de desentendido quando e se for necessário, tipo filme:

"...não podemos fazer nada e nem avisar as pessoas, descobrimos tarde demais!..." 

Mas nesse meio tempo, eles construíram bunkers até em Marte
Os cientistas não sabem o que é a bolha recentemente descoberta no centro de nossa galáxia? 
Bom, eles precisam conhecer o Dr. Dr. Paul LaViollete, pelo jeito ele sabe tudo e faz tempo. Meu amigo Anônimo me passou essas informações que são preciosas e merecem um post. 
Obrigada amigo "sem nome".
Boa leitura!

Beijão no coração
Ravena


A CIENCIA COMPROVANDO AS PROFECIAS MAIAS? 

Os Maias acreditavam que existia um Sol no centro da Galáxia e o chamavam de Hunabku (Deus é Um), e que esse nucleo da galaxia (Hunabku) mandava informações à Terra, através do nosso sol, para equilibrar o sistema solar. Estaria a Ciencia atualmente comprovando a cosmologia Maia? 

Dr. Paul LaViollete é físico formado pela Universidade Johns Hopkins, e Ph.D pela Portland State University. Ele e’ atualmente presidente da “The Starburst Fundation”, instituicao de pesquisa interdisciplinar cientifica. Dr. Laviollete e’ autor de 3 livros: “Earth Under Fire” (Terra sob fogo), Beyond the Big Bang (Alem do Big Bang) e “Subquantum Kinetics”. Também tem vários trabalhos publicados nas áreas de física, astronomia, climatologia, teoria de sistemas, e psicologia. 

Em seu ultimo livro “Earth Under Fire” ele publicou os resultados de mais de 15 anos de pesquisas sobre a influência de raios cósmicos no sistema solar. Ele defende que altas descargas de raios cósmicos, originados de uma fonte muito distante da galáxia, tem atingido o sistema solar, e assim o planeta Terra. Um fenômeno que agora comeca a ser comprovado por dados científicos, atraves do descobrimento de altas concentracões de poeira cósmica (formadas basicamente por Iridio e cobre, muito presentes em cometas e meteoritos) nas camadas de gelo que estão nas regiões polares (Groelandia e Antártica). 

Usando uma técnica chamada “Neutron Ativation” na qual bombardeava as amostras de gelo, permitindo medir o nível de raios gamas contido. Baseado nesse trabalho ele previu a entrada de poeira intraestelar dentro do Sistema Solar, 10 anos antes de sua confirmacão em 1996, através de dados extraídos da sonda Ulysses. Explosões de raios cósmicos provindos do centro da galaxia sao os mais enérgicos fenômenos que vem ocorrendo no Universo através dos tempos. São emitidos por raios carregados de elétrons, acompanhados por radiacões eletromagnéticas, variando na forma de radio frequência e em caso mais violentos, em frequências de raios X e gamas. 

E esses raios atingem o sistema solar, especificamente a atmosfera de nosso planeta, causando grandes disturbios. Através da análise de dados astronômicos e geológicos, revelam que raios de elétrons e radições magnéticas vindos de uma “irrupcao” do centro da galáxia, atingiu o sistema solar no fim da última era do gelo (entre 12.000 a 15.000 anos atras). Esses raios cósmicos, atingiram diretamente nosso Sol, gerando violentas tempestades solares, afetando o clima da Terra, criando gigantes distúrbios no planeta, desencadeando a pior extinão em massa jamais vista no período Terciário. 

Os efeitos do Sol no planeta foram causados pela massiva quantidade de poeira cósmica que entraram no sistema solar através da energia provinda do centro da galáxia. Observações astronômicas tem mostrado que atualmente o sistema solar esta emergido em densas nuvens de poeira cósmicas. Mas esse material tem se mantido estável devido a pressão externa dos ventos solares. Com a descargas desses raios cósmicos (galactic superwaves), eles alteraram os ventos solares, intensifcando sua força, aumentando de forma dramática as radiações solares sobre a Terra. 

Detalhes desse cenário podem ser encontrados no livro do Dr. Laviollete “Earth Under Fire que foi base para sua tese para o Ph.D. Dr. Laviollete sugere que essa poeira cósmica causou um enorme aumento das atividades Solares, causando o aquecimento da atmosfera terrestre e o câmbio dos polos magnéticos causando a extincao de 90% das espécies no planeta.

Esses raios cosmicos, provindo do centro da galaxia (galactic superwaves) e’ um fenômeno recentemente descoberto. Foi nos anos 80 que os astronomos descobriram que a enorme fonte de energia, que se situa no centro da galáxia, periodicamente torna-se ativa. (a descoberta das bolhas não foi recente) Durante esse periodo ativo, o centro da galáxia libera toda essa energia, em uma intensidade igual a explosão de mais de 100 mil supernovas juntas. Em algumas galáxias essas explosões tem sido observadas e algumas dessas explosões chegaram ao equivalente a explosão de bilhoes de supernovas juntas, ou seja, estamos falando de uma intensidade inimaginável. 

Recentemente astronômos acreditavam que essas explosões de energia, nao eram frequentes, podendo ocorrer em intervalos de 10 a 100 milhões de anos. Eles também acreditavam que o campo magnetico localizado no nucleo da Galaxia, bloqueariam parte dessa energia liberada, fazendo com que chegassem a Terra lentamente e sem perigo. 

Entretanto Dr. Laviollete em 1983 apresentou para a comunidade cientifica fortes evidencias: - As explosões originadas do centro da galáxia, ocorrem num intervalo entre 13 mil e 26 mil anos. - Os raios cósmicos (galactic superwaves) derivados da explosão do núcleo, não sofrem qualquer interferência ou barreiras, atingindo o sistema solar com força total, a quase a velocidade da luz. Essas descobertas geraram preocupação sobre os efeitos que a explosão do núcleo da galáxia poderia causar, liberando quantidades gigantescas desses raios cósmicos e atingindo nosso planeta sem aviso algum. 

Dados obtidos através de amostras de gelo dos árticos, revelam a ocorrência desse fenomeno entre 10.000 e 15.000 anos atrás. Parte das pesquisas do Dr. Paul Laviollete, se direcionaram na investigações de textos deixados pelas antigas civilizações, como as civilizações mesoamericanas, egípcias e outras ao redor do mundo. E é inacreditável como textos antigos comprovam, validam ainda mais os achados cientificos. 

Ele afirma que através da cosmologia Maia e Egípcia que sinais foram deixados para adverter sobre um específico evento cósmico. E que as Constelações do Zodíaco foi um instrumento deixado por uma antiga civilização, com o intuito de indicar nos céus, o núcleo da Galáxia, através da constelação de sagitário. Se tal evento, ocorrese nos dias de hoje poderáamos ver seus sinais. 

Dr. Laviollete diz que o centro da galáxia se tornaria luminoso, talvez mais luminoso do que a estrela mais brilhante nos céus, como o planeta Vênus. Teria um brilho azulado com formato de um olho. Curiosamente, nas profecias dos Índios americanos Hopi, consta que a proxima destruição do mundo será comandado por “Saquasohuh”, o Espírito da estrela azul. Dr. Laviolette declara: 

“Hoje, amanhã, ano que vem, nosso planeta pode ser mais uma vez atingido por essa massiva quantidade de energia (galactic superwave) vinda do centro da galáxia. Esses raios virão encobertos e escondido de nós, não saberemos até que nos atinja. Na verdade vivemos na beira de um “Vulcão Galáctico”. Nao sabemos quando, a magnitude, severidade ou quais os impactos em nosso ambiente na próxima explosão. Nos não estamos preparados para lidar com esse tipo de evento, muito menos evitá-lo. 

Dr. Paul Laviolette 

http://www.etheric.com/LaViolette/LaViolette.html Livro “Earth Under Fire” http://www.amazon.com/gp/reader/1591430526/ref=sib_dp_pop_fc?ie=UTF8&p=S001#reader-link

20 comentários:

  1. Bom dia Ravena, Estou querendo ajudar este blog a evoluir também... tenho um link que ja acompanho a meses, sobre os seres de URANO em nosso sistema solar, muito bom o blog e muito completo, se quiser compartilhar este blog o link é:

    http://uranianos.wordpress.com/

    abraço no coração, grato Guilherme Gustavo Vahldiek

    ResponderExcluir
  2. To levando, põe na conta. Fazia tempo que eu também não vinha...rs..parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Antonio querido,

    Que prazer te ler, faz tempo mesmo hein!
    Conta? Você só tem créditos aqui!

    Big beijo



    Oi Guilherme,

    Obrigada pelo link, vou ler, queira ajudar mesmo, um ajuda o outro e todos saímos ganhando e esse espaço fica cada vez mais recheado de boas informações.

    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Ravena olha só esta centúria de Nostradamus.

    cent.III/34
    Quando a falha do sol então se der,/Em pleno dia o monstro será visto,/Ao contrário será interpretado,/Carestia,nada guardado,ninguém terá provisão.

    OBS.Veja que este monstro poderá siguinificar várias coisas!!!.E que os cientistas irão interpretar o acontecido de forma errada,e que ninguém, por falta de informação correta terá guardado alguma provisão.
    Ou seja pegará a todos de surpresa.

    Abraço. Ha! e obrigado pela publicação.
    Estamos Juntos.

    ResponderExcluir
  5. Para quem não assistiu,vou enviar um link de vídeo sobre uma entrevista do Projeto Camelot com o Bob Dean que tem muita informação interessante e importante para a nossa maior compreenção de tudo o que nos rodeia:
    http://www.youtube.com/watch?v=9VcVGtg3BiE&feature=related
    Abço.

    ResponderExcluir
  6. Em quanto tempo esta Energia atingirá o nosso sistema solar? Será que em 770 dias,ou seja 21/12/2012?Não sei,mas acho que isso se dá como quando jogamos uma pedra em um lago,uma hora atingirá o outro lado do lago.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Oi Ravena
    Muito bom seu post e todo seu trabalho.
    Mais uma vez agradeço por ele.
    Sabe que quando estava lendo me lembrei de um fato que poderia ser bobo, mas que analisando os fatos constatei. Quando eu era criança minha mãe passava bronzeador pra eu ir a praia, hoje, eu passo protetor 60 no meu filho e ainda assim ele tem que ficar pouco no sol, senão fica na carne viva. Detalhe é que ele tem a pele mais morena que a minha. O sol de hoje realmente não é o de tempos atras, está cada vez mais violento.
    bj
    Dani

    ResponderExcluir
  8. Será que esse pessoal(Senhores do mundo) continua fazendo o que faz,porque eles não acreditam que essas conjunções irão acontecer?Ou será que eles realmente estão cegos pelo poder e pela ganância?Não sei.Mas de uma coisa eu tenho certeza, eles querendo ou não elas (conjunções)vão sim acontecer,e mudarão a face do Orbe(Terra) para sempre.E esta bem próximo,muito próximo.2011/2012/2013/2014.Este último é o limite.
    Acooooodemmmmm.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. "Mas nesse meio tempo, eles construíram bunkers até em Marte"

    Ravena, gosto de seu Blog, mas não precisa exagerar. Senão vai perder a credibilidade e vai acabar sendo um blog direcionado as pessoas que não querem expandir suas mentes. E perceber o que está realmente acontecendo,aconteceu, e acontecerá.

    De coração
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Ravena

    Vou fazer uma análise das coisas que li aqui e ali. Não esqueça que estou usando o método indutivo, nem vou precisar dizer a conclusão. Essa é a melhor forma de manipular as pessoas, mas aqui e agora isso é interessante e vai no espírito do seu blog:

    - Na matéria de ontem na notícia das superbolhas bolhas cósmicas está ditop que elas tem cerca de 25 mil anos luz de raio (é uma medida de distância).
    (Logo - Isso quer dizer que a frente da bolha já está andando a 25 mil anos).
    - Segundo a Wikipedia (pt e en) o raio de nossa galáxia é de 50 mil anos luz.
    - Segundo um texto mais ou menos confiável, http://www.nasa.gov/worldbook/sun_worldbook.html"The sun ... is about 25,000 light-years from the center of the galaxy ..."
    - Se a concepção artística da forma geométrica de emissão de radiação estiver correta, a humanidade ainda tem milhares de anos até sofrer por causa dessas emissões.

    Mas se a concepção artística não estiver correta? Se for só uma esfera?

    João Guilherme

    ResponderExcluir
  11. Ravena, gostaria de comentar sobre os posts que tenho visto aqui de profecias. Nem os franceses entendem direito o que está escrito, assim:

    Recomendo que aos leitores se referirem aos textos de Nostradamus, peguem um original em francês endereço:

    http://www.sacred-texts.com/nos/index.htm

    Então, a III,34 fica:

    III 34
    Quand le deffaut du Soleil lors sera,
    Sur le plein iour le monstre sera veu;
    Tout autrement on l'interpretera,
    Cherté n'a garde, nul n'y aura pourueu.

    When the eclipse of the Sun will then be,
    The monster will be seen in full day:
    Quite otherwise will one interpret it,
    High price unguarded: none will have foreseen it.

    Colocando no Google translator:

    Do francês para português

    Quando o eclipse do Sol será então,
    Em dia cheio o monstro será visto;
    Tudo o resto que interpretá-lo,
    Preço alto não se importa, ninguém prestou tarde.

    Do inglês para português:

    Quando o eclipse do Sol será então,
    O monstro será visto em pleno dia:
    Muito contrário será interpretado,
    Preço alto subterrâneo: ninguém terá previsto.

    Acho que poderia colocar o texto correto as possíveis traduções (NÃO JURAMENTADAS) e ai sim colocar uma tradução para o português e uma interpretação, caso contrário, estará submetendo os outros a uma imposição de ideologia e isso não ajuda ninguém a evoluir.

    João Guilherme

    ResponderExcluir
  12. Gostaria de recomendar dar uma olhada na Centúria II-41. Será que se refere a Nibirú? Ou a uma explosão que será visível por aqui?

    ResponderExcluir
  13. Oi Ravena, outro sia até comentei com a Laura o q poderia ser essa "estrela" azul dos hopis, e sinceramente não tinha me ocorrido essa hipótese de ser o próprio núcle da nossa galáxia .. e faz bastante sentido .. muito bom o post, parabéns .. ah!! ao amigo Pedro, vc não sabia ainda que haviam bunkers em Marte?? Alias, bunkers não, lá são MEGA bases colega ..

    Abração!!!

    ResponderExcluir
  14. Ravena, graça e paz. Como sempre recebendo bem os comentários, agradecendo e mostrando a sua força e interesse no crescimento dos outros. Isto é caminhar em direção à evolução. Lamentavelmente, vejo outros que escrevem, aparentemente com o mesmo propósito, usando de tanta arrogância no trato com as pessoas. Quão pequenos são aqueles que se sentem os donos do saber. Luz p/ti Ravena. Que a luz de nexus ilumine a todos

    ResponderExcluir
  15. rsrsrs
    grato por postar o texto que te enviei ontem, dê uma lida nas previsões que nosso amigo LaViolette escreveu em sua dissertação de doutorado sobre astronomia e climatologia:
    http://translate.googleusercontent.com/translate_c?hl=pt-BR&ie=UTF-8&sl=en&tl=pt&u=http://www.etheric.com/LaViolette/Predict.html&rurl=translate.google.com.br&twu=1&usg=ALkJrhgCooqtQp7Suz9QLxk3s40Ebu6I8w

    []s
    amigo "sem nome".

    ResponderExcluir
  16. Oi Reginamaste,
    Obrigada pelo link, esse eu já assiti e também é ótimo!
    Beijão


    Oi Anônimo,
    É isso mesmo, o importante não é data mas a certeza de que estamos sendo saindo do período de "trevas" para entrar na luz. Obrigada por comentar.
    Beijão


    Oi Dani,
    Obrigada por compartilhar sua experiência, outras pessoas já me disseram o mesmo!
    Beijão


    Oi Anônimo,
    Os senhores do mundo sabem sim e por estão desesperados, correndo contra o tempo e construindo bunkers, mas esses não vão protegê-los, o que importa de verdade é a sua frequência e não o lugar onde você estará. Eles desejam proteger a matéria e nós queremos ascender de acordo com nossa evolução e frequência.
    Beijão


    Oi Pedro,
    Eu li e assisti muitos vídeos a respeito de colonização em Marte, nunca fiz um post aqui sobre isso, mas vou procurar os links e as informações para deixar aqui e você pode tirar as suas próprias conclusões. A função do blog é realmente ajudar a todos perceber o que está acontecendo e isso inclui um pouco de tudo, inclusive aquilo que nos parece surreal. O cinturão de fótons já foi comprovado e agora a Nexus, em breve você ouvirá sobre colonização em Marte, mas isso já acontece, só não fomos formalmente informados ainda.
    Beijão

    ResponderExcluir
  17. Oi João Guilherme,
    Lembre-se, as informações estão surgindo a conta gotas, conforme o desejo daqueles que controlam as informações, não podemos confiar ou realizar cálculos, só podemos por enquanto ter certeza que a luz que tanto falamos que está vindo do Centro da galáxia é fato, existe realmente. Quando e como nos atingirá é outro assunto, só podemos especular, analisar os crop circle e profecias dos povos antigos.

    Beijão


    Oi Rodrigo,
    A cada dia uma nova informação naõ é mesmo? Informações que nos levam a pensar em mil teorias e linkar uma informação a outra. Eu adoro a profecia Hopi e acredito que podemos linkar uma informação a essa que esse belo povo nos deixou.
    Beijão


    Meu amigo sem nome,
    Que bom, agora eu já sei quando é você! Rs...
    Grata fico eu por você ter compartilhado tamanha informação aqui no blog.
    Muuuuito obrigada e esteja sempre por aqui...he he...
    Beijão

    ResponderExcluir
  18. Oi, Ravena e amigo Rodrigo Morais, realmente devo estar mal informado, ou informado demais. Afinal são mais de 3 décadas estudando, viajando e conversando com fontes disso tudo isso que vocês colocam agora, mas...

    O presente diz os fatos, sempre!

    Tudo o que é confidencial jamais sairá na internet, creiam!

    Abraços

    ResponderExcluir
  19. boa tarde alguem pode me responder uma pergunta aqui por favor ,e pq toda noite observo as estrelas ,eu estou em duvidas mais prá mim tem algumas q estão piscando muito ,e mudando de cor ,o q sera isso ,pode alguem me responder por favor

    ResponderExcluir
  20. Ola a todos. Realmente,o comentário do "anonimo" está correto. Qualquer sinistro que ocorrer no centro da galáxia levará, no minimo, 50 mil anos para chegar aqui na nossa terrinha. A não ser que já tenha ocorrido e está a caminho de nosso sistema solar. E quando se fala em poeira, traz-se a idéia de massa e ai a velocidade é infima e levaria uns 500 mil anos para chegar aqui, então qualquer dessas previsões foi feita em cima do que já aconteceu e nem em 13 mil, ou 26 mil anos (pres. dos eq), afetaria o nosso sistema, seriam necessários, no mínimo, como disse o "anonimo", 52 mil anos(2x pr eq). Penso que já podem ter ocorrido fatos dentro desse periodo e aí sim, o acesso a eles pelos registros acásicos seria mais fácil, já que os mayas conheciam o acesso ao passado e ao futuro. Essa história do final em 2012 começou quando os mayas não conseguiram ultrapassar essa data. Foi assim que soube, a alguns atrás.
    Paz profunda
    Hilton

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".