23 dezembro 2010

The Pharmacratic Inquisition - Documentário Revelador! Parte 2

Veja a Parte 1 - Vídeos 1, 2, 3, 4, 5 e 6 clicando aqui. 













Fonte dos vídeos:
http://conexaosirius.blogspot.com/2010/11/documentario-inquisicao-farmacratica.html

13 comentários:

  1. Ravena,

    tenho acompanhado o seu blog há uns dois meses e confesso estar impressionado com todas as informações que você nos fornece...então nada mais justo do que desejar um Feliz Solstício de Inverno pra você e que você colha ótimos frutos no Novo Ciclo Solar que se inicia.

    Abraços!

    Flavio

    ResponderExcluir
  2. Oi Flávio,

    Oh querido, fico muito feliz em saber que você está gostando e acompanhando, assim crescemos todos juntos.

    ADOREI O TROCADILHO! FICOU PERFEITO!

    Obrigada e te desejo o mesmo em dobro!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. "Todas as grandes mentes , as grandes que passaram por este mundo ,foram anunciadas
    Alguns poucos , por necessidade cósmica ,nasceram de virgens ,
    em conjunções planetárias únicas.
    E ÊLE(JESUS CRISTO) , o FILHO UNIGENITO , O REI dos REIS teve o seu nascimento gravado
    na luz do firmamento e inscrito na pedra da Grande Piramide."

    O reconhecimento virá com certeza;Nem que seja no último instante.Mas é importante que seja reconhecido por todos.


    "As pessoas começam por negar uma coisa; depois afirmarão que ela não tem importância nenhuma; para terminar, proclamarão que todo mundo sabia disso, há muito tempo"

    (Humboldt)


    Abraço Luiz.

    ResponderExcluir
  4. Pesquisem e estudem sobre o achado das mumias do,Oásis de Bahariya,e irão descobrir um lado lindo de nossa História.

    Abraço Luiz.

    ResponderExcluir
  5. Ja vi esse documentiro cheio de erros foi ridicularizado pela academia de ciencias do estados unidos

    ResponderExcluir
  6. Ravena...Ravena...de que planeta você é? Parabéns por nos proporcionar uma revelação extremamente valiosa para o contínuo despertar das pessoas, você é um elo!!!

    ResponderExcluir
  7. Retrato de Jesus

    Carta de Publius Lentulus, procônsul da Galiléia, a Tibério César,
    imperador romano. Publius era senador romano e se diz que fez o retrato de Jesus por ocasião da doença de sua filha Flávia, quando foi diretamente à presença de Cristo e pediu que a curasse da lepra. Respondendo à pergunta de Tibério César - Quem é este homem Jesus?, Publius Lentulus escreveu:

    "Sabendo que desejas conhecer quanto vou narrar, existe nos nossos tempos um homem, o qual vive atualmente de grandes virtudes, chamado Jesus, que pelo povo é inculcado o profeta da verdade, e os seus discípulos dizem que é o filho de Deus, criador do céu e da terra e de todas as coisas que nela se acham e que nela tenham estado.Em verdade, ó César, cada dia se ouvem coisas maravilhosas desse Jesus: ressuscita os mortos, cura os enfermos, em uma só palavra.
    "É um homem de justa estatura e é muito belo no aspecto. Há tanta majestade em seu rosto, que aqueles que o vêem são forçados a amá-lo ou temê-lo.
    "Tem os cabelos da cor da amêndoa bem madura; são distendidos até as orelhas, e das orelhas até as espáduas; são da cor da terra, porém mais reluzentes. Tem no meio de sua fronte uma linha separando os cabelos, na forma em uso pelos nazarenos.
    "O seu rosto é cheio, o aspecto é muito sereno. Nenhuma ruga ou mancha se vê em sua face, de uma cor moderada. O nariz e a boca sao irrepreensíveis.
    A barba é espessa, mas semelhante aos cabelos, não muito longa, separada pelo meio. Seu olhar é muito afetuoso e grave; tem os olhos expressivos e claros. O que surpreende é que resplandecem no seu rosto como os raios do sol, porém ninguém pode olhar fixo o seu semblante, porque quando resplende, apavora, e quando ameniza, faz chorar. Faz-se amar e é alegre com gravidade.
    "Diz-se que nunca ninguém o viu rir, mas, antes, chorar. Tem os braços e as mãos muito belos. Na palestra, contenta muito, mas o faz raramente e, quando dele se aproxima, verifica-se que é muito modesto na presença e na pessoa.
    "É o mais belo homem que se possa imaginar, muito semelhante à sua Mãe, a qual é de uma rara beleza, não se tendo jamais visto por estas partes uma mulher tão bela.
    "Porém, se a Majestade Tua, ó Cesar, deseja vê-lo, como no aviso passado escreveste, dai-me ordens, que não faltarei de mandá-lo o mais depressa possível.
    "De letras, faz-se admirar de toda a cidade de Jerusalém; ele sabe todas as ciências e nunca estudou nada. Ele caminha descalço e sem coisa alguma na cabeça. Muitos se riem, vendo-o assim, porém em sua presença, falando com ele, tremem e admiram. Dizem que um tal homem nunca fora ouvido por estas partes.
    "Em verdade, segundo me dizem os hebreus, não se ouviram, jamais, tais conselhos, de grande doutrina, como ensina este Jesus. Muitos judeus o têm como Divino e muitos me querelam, afirmando que é contra a lei de Tua Majestade. Eu sou grandemente molestado por estes malignos hebreus.
    "Diz-se que este Jesus nunca fez mal a quem quer que seja, mas, ao contrário, aqueles que o conhecem e com ele têm praticado, afirmam ter dele recebido grandes benefícios e saúde, porém à tua obediência estou prontíssimo: aquilo que Tua Majestade ordenar será cumprido.
    "Vale, da Majestade Tua, fidelíssimo e obrigadíssimo..."

    Publius Lentulus, presidente da Judéia.
    (Este documento foi encontrado no arquivo do Duque de Cesadini, em Roma. Essa carta, onde se faz o retrato de Jesus, foi mandada de Jerusalém ao Imperador Tibério César, em Roma, ao tempo de Jesus.)

    ResponderExcluir
  8. Olá Anônimo,

    Nunca vi referência desse documento "Retrato de Jesus" em outro lugar que não no livro Há dois mil anos de Chico Xavier. Li esse livro duas vezes e na época, procurei feito uma louca a evidência do documento, que acreditava estar em algum museu ou algo parecido. Mas, pelo jeito, ele não existe. A única referência é nesse livro. Abração

    ResponderExcluir
  9. LUIZ, obrigada pelo comentário. Abração



    EVEN,
    Foi ridicularizado pela Academia de Ciências dos EUA? De que academia você está falando? Se refere ao link do vídeo que você colocou em outro comentário? Um vídeo que NEGA A PARTICIPAÇÃO DO GOVERNO AMERICANO NO 11 DE SETEMBRO?
    O objetivo nunca foi e nunca será negar a existência de Jesus, o que explica aqui é a simbologia num nascimento e morte que não existiram. Não espero que você perceba a diferença pois nós estamos sempre polarizando, ser 8 ou 80 não ajuda, é preciso sempre buscar o equilíbrio, inclusive quando se analisa uma informação. Fique na paz!

    ResponderExcluir
  10. Em 30/06/10 APARECEU ESTE CROP CIRCLES COM A IMAGEM DE JESUS; SERÁ UMA MENSSAGEM PARA AQUELES QUE AINDA NÃO O RECONHECERAM???

    "Amai-vos uns aos outros como EU vos amei."


    VEJA O LINK ABAIXO.

    http://www.youtube.com/watch?v=C5jCqArLc5c&NR=1

    ABRAÇO Luiz.

    ResponderExcluir
  11. Prezada Ravena

    Eu não achei meu primeiro post, mas vi muitas dessas idéias sobre Jesus no trecho inicial de Zeitgeist. Aliás material bem elaborado. O que não dá para ceitar entretanto é a inexistência de um Jesus ou Cristo histórico pontuada pelos autores do Zeitgeist. Baixei o material de apoio que está no site do projeto http://www.zeitgeistmovie.com/
    e agora faço meus comentários:

    Na página 88-90 dos subsídios do primeiro filme Zeitgeist, existe um texto de apoio ao filme que visa desqualificar os historiadores que citam o Jesus histórico ou mesmo os seus seguidores cristãos.
    O primeiro autor a ser desqualificado é Flavius Josephus cujos escritos parecem mesmo ter sido adulterados depois do século XII. Porém, essa adulteração ou interpolação pode ter sidoparcial:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Josephus_on_Jesus
    http://en.wikipedia.org/wiki/Josephus_on_Jesus#Testimonium_Flavianum_.28Greek.29

    O segundo é Publius Cornelius Tacitus, do qual eles analisam apenas um fragmento do texto: “... he had denomination from Christus, who, in the resign of Tiberius, was put to death as a criminal by the procurator Pontius Pilate.”. O contexto foi omitido, pois poderia dar autenticidade ao texto. Uma versão completa do parágrafo pode ser encontrada em:

    http://en.wikipedia.org/wiki/Tacitus_on_Christ que tomou-o de uma tradução do texto que aparece em:
    http://www.perseus.tufts.edu/hopper/text?doc=Perseus:text:1999.02.0077:book=15:chapter=44

    Que é reproduzida abaixo. (Use o Google traslator)

    “44
    Et haec quidem humanis consiliis providebantur. mox petita dis piacula aditique Sibyllae libri, ex quibus supplicatum Vulcano et Cereri Proserpinaeque ac propitiata Iuno per matronas, primum in Capitolio, deinde apud proximum mare, unde hausta aqua templum et simulacrum deae perspersum est; et sellisternia ac pervigilia celebravere feminae quibus mariti erant. sed non ope humana, non largitionibus principis aut deum placamentis decedebat infamia quin iussum incendium crederetur. ergo abolendo rumori Nero subdidit reos et quaesitissimis poenis adfecit quos per flagitia invisos vulgus Christianos appellabat. auctor nominis eius Christus Tiberio imperitante per procuratorem Pontium Pilatum supplicio adfectus erat; repressaque in praesens exitiabilis superstitio rursum erumpebat, non modo per Iudaeam, originem eius mali, sed per urbem etiam quo cuncta undique atrocia aut pudenda confluunt celebranturque. igitur primum correpti qui fatebantur, deinde indicio eorum multitudo ingens haud proinde in crimine incendii quam odio humani generis convicti sunt. et pereuntibus addita ludibria, ut ferarum tergis contecti laniatu canum interirent, aut crucibus adfixi aut flammandi, atque ubi defecisset dies in usum nocturni luminis urerentur. hortos suos ei spectaculo Nero obtulerat et circense ludicrum edebat, habitu aurigae permixtus plebi vel curriculo insistens. unde quamquam adversus sontis et novissima exempla meritos miseratio oriebatur, tamquam non utilitate publica sed in saevitiam unius absumerentur”

    Continua

    João Guilherme

    ResponderExcluir
  12. Continuando:

    Traduzindo do inglês:

    “Consequentemente, para livrar-se do relatório, Nero prendeu a culpa e infligiu as punições mais requintado em uma classe odiada por seus atos vergonhosos, chamado Chrestians pela população. Cristo, de quem o nome teve sua origem, sofreu a [ie, crucifixtion] extrema penalidade durante o reinado de Tibério às mãos de um de nossos procuradores, Pôncio Pilatos, e uma superstição maligna, assim marcada para o momento, mais uma vez quebrou se não só na Judéia, a primeira fonte do mal, mas mesmo em Roma, onde todas as coisas abomináveis e vergonhosas de toda parte do mundo a encontrar seu centro e se tornar popular. Assim, a prisão foi feita pela primeira vez de todos os que se declarou culpado, em seguida, sobre as suas informações, uma imensa multidão foi condenada, não tanto do crime de disparo da cidade, mas por ódio contra a humanidade. Zombaria de cada espécie foi adicionado à sua morte. Cobertos com peles de animais, que foram rasgados por cães e pereceram, ou foram pregados em cruzes, ou estavam condenados ao fogo e queimados, para servir como uma iluminação noturna, quando o dia já tinha expirado”.

    Entretanto não citam Gaius Suetonius Tranquillus cujas citações podem ser encontradas em http://en.wikipedia.org/wiki/Suetonius#The_Great_Fire_and_the_Christiani :
    “Suetônio não faz conexão com os cristãos em sua conta do grande incêndio, ele menciona Christiani [7] em outros lugares como um exemplo de crueldade de Nero, dizendo que as punições foram infligidos. [Vida de Nero].

    Nem cita Plínio, o jovem cuja obra é descrita em:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Pliny_(Plinius)_the_Younger
    citando uma carta onde ele pede instruções para o imperador sobre a política oficial com relação aos cristãos.
    Outra fonte (La história di Gesu – Rizzoli Editora – Milão, 1983) diz que nessa carta ao imperador Trajano (98-117 dC), que toda a culpa dos cristãos se resumia em se reunir no domingo antes do por do sol, cantar um hino a Cristo, de fazerem um juramento (sobre os mandamentos) e comer seu alimento no final... Só encontrei uma supertição exagerada e irracional e ai resolvi pedir teu conselho, pois são muitos os acusados”
    Segundo Paulo seguir a Cristo era escândalo para os judeus e loucura para os gentios (não-judeus).

    “Em http://en.wikipedia.org/wiki/Mara_Bar-Serapion, é citado um texto escrito por um tal de Serapião que estava preso a seu irmão: Que vantagem o ganho atenienses de pôr Sócrates à morte? Fome e praga veio sobre eles como um julgamento por seus crimes. Qual a vantagem que os homens de Samos ganho de Pitágoras queimando? Em um momento em sua terra estava coberta de areia. Que vantagem o ganho de judeus da execução do seu sábio rei? Foi só depois disso que seu reino foi abolido. Deus vingou justamente esses três homens sábios: os atenienses morreram de fome, o Samians ficaram impressionados com o mar, os judeus, arruinados e expulsos de suas terras, vivem em completa dispersão. Mas Sócrates não morreu para o bem, ele viveu no ensinamento de Platão. Pitágoras não morreu para o bem, ele vivia em estátua de Hera. Nem o rei sábio morrer pelo bem, que ele viveu no ensino que ele tinha dado”

    João Guilherme

    ResponderExcluir
  13. Luiz, obrigada pelo comentário e dicas de estudo! Grande beijo



    Roberto21, querido é um grande prazer compartilhar com vocês! E nossa origem é cósmica, provavelmente nenhum de nós somos daqui...he he...Beijão

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".