16 janeiro 2011

O poder do mito - Joseph Campbell: Mascara da Eternidade



Vídeo indicado pela amiga e grande colaboradora Cris.

Padre: O senhor é padre?

Campbell: Não, padre.

Padre: O senhor é católico?

Campbell: Já fui católico, padre.

"Então, ele teve a sensatez de perguntar dessa maneira":

Padre: Você acredita num Deus pessoal?

Campbell: Não, padre.

Padre: "Bem, acredito que não há uma maneira lógica de provar a existência de um Deus pessoal"

Campbell:  Se houvesse padre, qual valor teria a fé?

Bem senhor Campell, prazer em conhecê-lo e foi embora...

" A religião é uma defesa contra a experiência religiosa".
Carl Jung

"É como se nossas vidas fosse um sonho sonhado por uma só pessoa, onde todos os personagens também estão sonhando e assim cada coisa se liga a todas as outras coisas impulsionadas pela vontade na natureza".
Schopenhauer

"Todas as coisas são metáforas".
Goethe

"As pessoas morrem por metáforas".

"Aum é um som simbólico que coloca em contato com o ser vibrante do Universo".

Trechos retirados da entrevista.
Beijão no coração
Ravena








10 comentários:

  1. Tudo é Deus manifestado em diferentes formas!

    ResponderExcluir
  2. Eu sou você,
    você é eu,
    todos somo UM !!!



    Davi

    ResponderExcluir
  3. Rave!
    Boa semana,
    O poder do mito, quando se cria um ninguém segura...e é difícil desconstruí-lo.
    Seria Jesus um mito? Creio que sim! Muita coisa sobre Ele ainda está envolto em mistério, mas a maneira como as circunstâncias ao longo do tempo foram moldando a figura de Cristo e do que seria Deus, dá para se tirar uma idéia de como o mito está arraigado sobre algo em diversas culturas.
    Volto com outros cometários em breve,

    ResponderExcluir
  4. Menina, que lindo vc apresentar Compbell á todos...o admiro por nos legar a busca do conhecimento experienciado no amor...esse foi seu iluminado exemplo...
    "O reino do Pai se estende sobre a terra e os homens não o vêem".
    O significado, essencialmente, não tem palavras.
    As palavras são sempre qualificação e limitação.
    Por isso é uma experiência de pico conseguir ultrapassar e perceber...
    Que possamos apreender...valeuuuuuuuuuuu menina...esse é o compartilhar...beijocas

    PS: Grande???...não, apenas o que dou conta em pequenos pitacos de colaborar e quiça somar...disso que estamos precisando com urgência...brigadinhaaaaa por postar...

    ResponderExcluir
  5. Davi, Meditando e Daniel,

    Obrigada pelos comentários!
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  6. Cris, seus pitacos são enormes blocos de conhecimento e informação!

    Adorei a entrevista, o homem é um gênio, é urgente que muitos conheçam seus ensinamentos.

    Brigaduuuu! Beijão

    ResponderExcluir
  7. Ravena

    Em primeiro lugar, excelente escolha para colocar no seu blog. Um pergutador competente aumentou o brilho do Campbell.

    Gostaria de comentar alguns itens que ainda podem nos servir de reflexão: Campbell fala na experiência que os ocidentais veêm a Deus como uma fonte da energia enquanto os orientais veêm a Deus como a personificação da energia ou um veículo. Em algum lugar da minha vida me ensinaram que seria o mesmo que dizer que o ocidente tem uma experiência vertical enquanto o ocidente tem um experiência horizontal. Acho que foi o Huberto Rohden que disse que a união desses dois conceitos é que é a cruz do Cristo (!?!?).
    Sobre a citação do Evangelho de Tomé (apócrifo) que destaca que todos podem ser iguais a Cristo. Isso também está escrito no Evangelho de João Capítulo 14 versículo 12), então não é algo que nos foi escondido, mas omitido.

    Sublime a explicação dizendo que com a diminuição do nosso ego, a consciência se expande e que quanto menor seu ego mais a experiência com com a transcendetalidade é positiva e construitiva.
    É interessante notar que ele demonstra ter a experiência transcendental, das quais ele relata algumas. Ter a experiência de ser um com o universo: essa é a espiritualidade que é importante.

    Parabéns

    ResponderExcluir
  8. Oi Anônimo, belo comentário...obrigada!
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  9. Vários deuses, vários mitos, busquem a tolerância e a compreensão em vez de só quererem que suas crenças sejam as certas

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".