26 fevereiro 2011

Assim na Terra como no céu

Nascemos, crescemos, morremos e nascemos novamente. Um ciclo perpétuo que se repete há milhares de anos sem que a maioria tenha consciência disso.

A relação mente-corpo tem como via expressa nossas emoções, são elas responsáveis por um corpo-mente saudável. O psiquismo atua sobre o corpo somático, ou seja, emoções desequilibradas: corpo e mente doente.

Nossas mentes (energia) juntas formam uma mente maior, onde cada mente (indivíduo) é uma partícula da mente maior. Cada um de nós é capaz e cria uma realidade, individual e juntos coletivamente. Se o desequilíbrio nos faz adoecer, grande número de mentes desequilibradas criam realidades desajustadas.

O mundo está doente, porque juntos alimentamos essa realidade desequilibrada, a culpa não é só do seu vizinho, da família Rockefeller ou dos Anunnakis (que criaram o sistema).

O plano espiritual, de onde todos nós viemos um dia, é fruto de mentes bem treinadas, que conseguem manipular a energia ou fluido universal para dar forma à diferentes construções. O mundo na 3D em que vivemos é uma cópia daquilo que chamamos de plano espiritual.
“Assim na Terra como no céu”



 Cidades espirituais, colônias, vilarejos são mantidos assim por aqueles que envolvidos numa mesma faixa vibratória de pensamento se sintonizam com a realidade construída em determinados pontos no astral e vivem ali no período em que estão fora da matéria, entre uma encarnação e outra.

Ao desencarnar, de acordo com nosso estado vibratório e campo informacional, entramos numa dessas cidades do astral exatamente como somos aqui, nossas imperfeições e limitações continuam o mesmo e o mesmo princípio se aplica aos nossos mais íntimos desequilíbrios emocionais.

O umbral funciona com mentes desequilibradas que dão vazão aos sentimentos deprimentes que alimentam inconscientemente e modelam a energia ou fluido universal que os rodeiam.
A situação no astral é conseqüência do estado consciente ou inconsciente, equilibrado ou desequilibrado e freqüência vibratória do indivíduo.
Não existe mágica ou mudança drástica no desencarne, cultive aqui o lugar onde você deseja morar.

O umbral não é passagem obrigatória como informa muitos textos da doutrina espírita, o problema é que sempre tendemos a levar as informações aos extremos, polarizando, sem equilíbrio para entender, sem contar a propaganda do medo que se faz presente em todas as religiões existentes, todas promovem o medo em grande ou pequena escala e o umbral é o terror dos espíritas.

Nada nos atinge sem permissão, sendo assim, a única coisa que pode nos ferir, somos nós mesmos.  A auto punição é o ponto para entender o “funcionamento” do umbral. Não é a toa que usamos o termo: o peso do  remorso, nada no mundo pesa mais do que isso. O remorso mesmo que disfarçado por nossos egos nos inflige a auto punição sem que percebamos.

Estamos acostumados a “saldar dívidas” através do sofrimento e alguns mesmo que sofram o bastante, parece nunca ser o suficiente.
Sempre que envolvemos sentimentos depreciativos para com nós mesmos, alimentamos o remorso, que é uma variação de sentimentos anteriores. Você atrai para si o que alimenta. Alimente o desejo de punição e sua própria criação lhe dará o que você pensa que merece.  Não fui um bom pai, boa mãe, boa esposa, um bom filho, um bom cidadão, um bom chefe, um bom subordinado...peso, peso, peso...Perdoe-se!

É preciso sempre lembrar que sempre procuramos realizar o nosso melhor, somos melhores hoje do que fomos ontem, quanto mais expandirmos nosso campo informacional,  mais conscientes ficamos de nossas responsabilidades, mais desejosos ficamos em mudar, melhorar. Não é necessário punição quando se entende que se fez o que de melhor sabia na época de alguma situação.

Na vida as coisas nem sempre saem como esperamos, e a experiência de vivenciar o aprendizado, permite que estejamos aptos ou munidos de melhor bagagem  para nos adaptarmos às necessidades quando elas surgirem.


E por favor, fuja da polarização, quando falo de remorso, culpa e auto-punição, estou me referindo aos nossos problemas mais simples e cotidianos, principalmente no que diz respeito a relacionamentos, o texto não faz referência a assassinatos, torturas, ou quaisquer situações que enxergamos como maldades extremas. Penso que alguém que ainda permaneça nessa freqüência esteja “matando” seu tempo, lendo outro tipo de texto. Use o bom senso!

Esse texto é para você que ainda mesmo sem perceber, em meio às suas sombras, guarda algum sentimento de culpa aliado a auto-punição. Descubra-se, estude-se pois é muito importante que você realize essa limpeza interna, os raios cósmicos vindo do centro da galáxia não farão isso por você. É sua lição de casa.




“ O eu é um termo que meramente designa personalidade. A sua consciência pode ser descrita, o seu inconsciente não pode ser descrito porque é sempre inconsciente. E assim, desconhecemos nossa personalidade inconsciente”.
Carl Jung

Percebe a importância do aperfeiçoamento do nosso estado de consciência? Precisamos nos vasculhar a fim de promover um estado plenamente consciente.



Apenas conscientes de nossas limitações, de nossos bloqueios e responsabilidades,  podemos um dia ultrapassar os mesmos.
Os seres humanos ainda não compreendem o processo contínuo da vida ( a morte não existe) e protelam sua progressão espiritual, preferindo a maioria (inconscientemente) continuar vivendo na ilusão patrocinada pela matrix, onde nós atuamos como co-criadores.

Conta a lenda que um vampiro precisa ser convidado para entrar numa casa. Não só convidamos como alimentamos os criadores da matrix e por enquanto, estamos presos no ciclo de reencarnação Anunnaki.


Somos “doutrinados” a pensar que algumas coisas já estão pré determinadas nas nossas vidas e que não podemos alterá-las em função do karma, mais um mecanismo de controle que teve sua função e ainda permanecerá na Era de Aquário para aqueles que não estiverem na vibração necessária para escapar do ciclo. 

Não importa onde você estará quando a Nexus chegar, quando o Sol explodir, quando a Terra tremer, uma vez consciente de toda essa informação, você só será enganado novamente se permitir. “Eles” usaram uma condição “apocalíptica”  natural do ciclo universal e construíram uma agenda onde religiões antigas mesclam-se com religiões da nova era para nos manter preso ao controle.

São todos os mesmos personagens com máscaras de atuação diferente, que conhecem nossos potenciais e nossos pontos frágeis, usando-nos a favor deles, porque nos consideram incapazes e não merecedores de caminhar sozinhos.  Entenda, seres moralmente mais evoluídos não interferem na vida na Terra, não há o que resgatar, salvar ou impedir, seu auxílio é sutil, pois reconhecem e respeitam a importância da "experimentação".

Um meteoro pode cair na sua cabeça amanhã e seu corpo espiritual estará onde sua energia vibrar, ao lado de energias semelhantes, que vibram na mesma freqüência ou você pensa que existem pessoas conscientes apenas na matéria?

A população desencarnada supera em grande número a de encarnados, esse momento é para todos e você escolherá onde criar. O primeiro passo para se libertar começa aqui, faça sua lição de casa e seus mais conscientes sonhos serão realidades no mundo fantástico que você criará.

Beijo no coração

Ravena

"Para reprodução integral ou parcial do texto, é necessário citar a fonte e o link da postagem original"

18 comentários:

  1. Oie linda Rave,
    Ufa...estou de volta...que delicia...

    Destaquei esta frase do texto: Entenda, seres moralmente mais evoluídos não interferem na vida na Terra, não há o que resgatar, salvar ou impedir.

    Li em 1995, um pequeno/grande livro, de texto claro, simples e objetivo...Resgate de Marisa Varela, que nos proporciona tremenda viagem desde os primórdios do planeta até os dias atuais...nele visualizamos com clareza, cada passo do planeta e da humanidade terrestre...podemos precisar exatamente quando e como o dito mal passou a executar seu plano por estes lados do cosmos e mais precisamente na Terra...como agiu e continua a agir em nosso planeta...como inteligentemente e capisciosamente interfere sempre levando em conta o mau uso do livre arbítrio por parte das humanidades locais...e assim nos leva a pensar e refletir sobre a responsabilidade para conosco, com a humanidade, com o planeta e com o cosmos...

    E mostra claramente como os seres moralmente evoluidos agem levando em conta o bom ou mal uso do livre arbítrio individual e de humanidades...E aqui diria eu, que não há interferência como vulgarmente a entendemos, mas há sim muita ação deles sempre a partir de nosso atuar...repetindo: de nosso atuar...

    Deixo uma frase do livro para reflexão:
    Note-se que toda transgressão é voluntária e consciente, pois todas as criaturas nascem com o livre arbítrio, que é tanto o entendimento inato da Lei quanto a faculdade de escolher este ou aquele caminho.
    O conhecimento do bem e do mal é atávico, nós ja nascemos com ele: e as Tábuas da Lei estão inscritas no coração...Existe melhor bússola do que o coração, que indica a fonte?!...A decisão é nossa de seguir o caminho da direita ou da esquerda...Quando os homens rompem o seu vínculo luminoso com a Lei, eles se tornam incapazes de manterem contato com sua própria Divindade e por conseguinte com os seres moralmente evoluídos e a fonte...

    Estamos em mais uma encruzilhada na Terra, e quiçá a maior de todas...é hora, mais que hora, passada da hora de reencontramos nossa divindade, retomar o contato com os seres evoluídos e buscar novamente o perdido caminho da fonte...

    Espero que tenha me feito entender, pois não sou ainda uma Rave...hehehe...
    Gostaria de sujerir a leitura deste pequeno/grande livro...
    A mim ele foi a base e foi fatal...me proporcionou extensa compreensão do Cosmos, do Criador, dos Co-criadores (escolham eles ser co-criadores do bem ou do mal)...e ainda hoje ele me é a base e continua falando alto a frente de tudo que venho estudando...me faz buscar o tal entendimento inato da Lei...o conhecimento que é a pele do amor...e só o amor leva ao sucesso...
    beijocas menina linda...

    ResponderExcluir
  2. Ravena
    Que maratona! Deve ser muito diferente conviver com uma pessoa como você. Sortudos dos seus filhos e marido.
    Será que existe um local 'físico' onde esses superheróis se encontram?
    Queria te homenagear por ser uma das "Guerreira(o)s do arco-iris" dos quais falam a tribo Hopi.

    ResponderExcluir
  3. Belo texto,Ravena.Só não entenderá quem realmente não quiser ou se interessar.
    Compreender todo esse processo e agir (é fundamental) é se permitir evoluir.Peguei essa frase de um dos comentários da Laura no blog dela,que achei importante repassar:
    “O que procuramos? Procuramos a Verdade, não segundo a crença de vocês ou a minha; porque para encontrar a Verdade em qualquer assunto eu não devo ter crença"
    Jiddu Krishnamurti.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. Oi Criiiis,

    Delícia é ter você de volta amiga! Obrigada pelo sábio comentário e indicação do livro que não conheço.
    Beijão



    Olá Anônimo,

    He he he...obrigada querido, somos todos superheróis, mas por enquanto nosso local fica só no virtual, é pura energia! Amei o guerreiro do arco-iris tanto quanto gosto da filosofia Hopi. E aqui em casa, tem hora que me pedem para fechar a matraca, mas nos damos muito bem!
    Beijão e volte sempre com um nome!



    Regina querida,

    Perfeito! Precisamos nos permitir evoluir e buscar dentro de nós a verdade, os agentes externos são apenas meios para se chegar lá...Obrigada.
    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Ótimo post Ravena e gostei muito do complemento da Reginamaste, para achar a verdade não devo ter crença.Devemos ter consciência de que Eu sou e no agora e criamos a realidade. Não precisamos ser salvos, crer em salvadores, como o blog da Laura diz, salvar do quê? e vc complementa muito bem, seres não evoluído nao interferem por que aqui é uma experiência, e aqui somos uma projeção e o que somos,nossa essência divina é o fractal do Criador de toda sua perfeição, nosso Eu superior já é altamente evoluído,apenas não damos conta disso e corremos a vida toda tentando lembrar do que somos. E senti o alerta da religião da Nova Era, se ficarmos esperando sermos salvos por outros seres mais evoluídos, poderemos ser aprisionado novamente em outra matrix inconsientemente. A chave conjugar o verbo Eu sou- aqui se encaixa as mensagem que nosso amigo Higher nos passou
    Marcelo

    ResponderExcluir
  6. Ravena,
    Menina linda esqueci de dizer que encontrei o livro para donwload no Ordem Universal dos Seres Estelares...
    http://aluisionestelar.ning.com/
    Tem bons livros por lá...e este em particular nos dá uma grande visão do todo e de fácil leitura...
    Delícia tem mão dupla...beijocassssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  7. que queeeeeeee isssssssso Haveninha! Seu EU SUPERIOR, TRABALHOU E BAAAAAÃO NESTE TEXTO.QUE MARAVILHA!!! É ISSO QUE EU FICO ENCANTADO, COM SUA MANEIRA INTERPRETATIVA E EXPLANATIVA FICOU SHOW,SHOW, GAROTA. NÃO ENTENDE QUE NÃO QUER. PARABÉNS QUERIDA, E MUITO AMADA HAVENINHA! COM AMISADE E MUITO CARINHO!!!NOVAN!!!
    PS:VOCÊ SABE PARA ONDE VAI ESTE TEXTO NEEEEEEE!!!

    ResponderExcluir
  8. Rav, essa foi fundo.

    Não preciso dizer o que penso sobre seu texto, pois vc já o simplificou pra mim dias atrás de forma sublime.

    Quero aqui deixar meu apoio a seu trabalho que está tão maduro que chega a me dar arrepios na barriga e uma incontrolável emoção de rolar as lágrimas e embaçar a vista...

    bjo grande e minha admiração

    ResponderExcluir
  9. Pode me tirar uma dúvida?Não acredito em salvação , salvadores ou punição vinculadas a todos os nossos atos!Mas tô bolada!A frase "Não é necessário punição q se entende o q se fez o q de melhor sabia na época de uma situação" ...Estamos aqui experienciando não é, construindo,aprendendo p/voltar a nossa fonte. VC acha que desde que nos firmemos no proposito de não sentirmos culpa, remorsos seja lá o que for,todos os nossos feitos não atraem nenhuma consequência?E a partir daí voltarmos a virarmos luz numa boa? é isso que vc quiz dizer ou tô enganada?

    ResponderExcluir
  10. Oi Sucris,

    Não querida, não foi isso que quis dizer...assim que possível te respondo. Beijão

    ResponderExcluir
  11. Oi Marcelo,
    Querido, foi um prazer te ler! Obrigada por comentar.
    Beijo grande




    Novan Gracinha,

    Veio alegrar meu blog! Valeu querido e agora eu já sei sim, maravilha estar fazendo a sua parte.
    Beijão meu amigo mais alegre.

    ResponderExcluir
  12. Laurinha, minha grande amiga,

    A culpa é toda sua! Você acendeu o pavil, só estou mantendo o fogo acesso! Meu eterno obrigada e minha eterna admiração, carinho e amizade.

    Beijão

    ResponderExcluir
  13. Sucris,

    Então, de maneira alguma quis dizer algo do tipo, seria irresponsável afirmar isso.
    Sucris, você envia ao Universo e o Universo te retorna. Quando atraímos algo que parece ruim no mundo dualista e polarizado que vivemos, estamos atraindo situações que nos possibilita aprender e crescer. O que acontece é que em algumas situações, a auto punição e a culpa é tão forte, que impede que cresçamos e nos aprisiona num estado mental e espiritual não compatível com aquilo que realmente buscamos. Como eu disse no texto, o mesmo é para pessoas que estejam em um nível onde as atitudes não sejam tão sérias a ponto de consequências seríssimas.

    É preciso perdoar e perdoa-se, liberta-se dos vínculos de culpa ou remorso, trabalhar esses sentimentos, porque eles é que determinam onde nos colocamos e o que criamos.

    Beijo grande pra você.

    ResponderExcluir
  14. Saquei Ravena!Então dá pra inferir que os bundões dos ETs tem menos interferencia nos "Karmas'que supõem nossa vã filosofia.OK!E que até aprender o B a BA ficamos mesmo presos nessa matrix dos infernos rs...e que para ir para outras dimensões virar "luizinha" tem que gramar mesmo,não adianta acreditar que é poderosa,toda pronta,e que é o verbo se espalhando ,certo? é isso ?Obrigada por responder.
    NAMASTÊ

    ResponderExcluir
  15. Desculpe. Mas não creio que possamos morrer e voltar sendo outra pessoa. Uma vez morto teremos uma vida espiritual em outro plano.

    ResponderExcluir
  16. Vc ja encontrou se com alguem que ja viveu neste mundo e voltou??? Me responda por favor?
    capizani@hotmail.com

    O que diz a Biblia pra vc?

    ResponderExcluir
  17. Adorei este texto, Ravena. Profundo, sério e esclarecedor. Precisamos arregaçar as mangas e fazer tudo em prol do nosso desenvolvimento. Gratidão por nos presentear com este belo texto.

    ResponderExcluir
  18. Oi Raisa, que bom que você gostou, adorei o "arregaçar as mangas". É isso mesmo focar nisso é nossa maior e mais importante meta. Obrigada pelo comentário. Beijo

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".