23 junho 2011

Asteróide passará apenas 12 mil km da Terra dia 27 de junho de 2011

O recém-descoberto asteróide 2011 MD vai passar apenas 12 mil quilômetros acima da superfície da Terra na segunda-feira 27 junho.

Os analistas da Nasa dizem que não há chance da rocha atingir a Terra. No entanto, o encontro está tão perto que a gravidade da Terra irá alterar drasticamente a trajetória do asteróide:

Em sua maior aproximação, ele passará em plena luz do dia sobre o Oceano Atlântico Sul, perto da costa da Antártida. Como o asteróide se afasta da Terra, ele vai passar pela zona de satélites geosynchronous. As chances de uma colisão com um lixo espacial de satélites ou artificiais são extremamente pequenas, embora não zero.

A julgar pelo brilho do asteróide, ele mede apenas de 5 a 20 metros de diâmetro. De acordo com o JPL (Programa Earth Object), seria de se esperar um objeto desse tamanho para chegar tão perto da Terra a cada seis anos em média. Por um breve momento, ele vai ser brilhante o suficiente para ser visto mesmo com um telescópio de médio porte.


Interessante! O asteróide passará pertinho da Terra na segunda-feira e os cientistas ESTIMAM pelo seu brilho que o tamanho da rochinha está entre 5 e 20 metros?! Se eles não conseguem obter com precisão o tamanho de um asteróide que está passando raspando na Terra, o que dirá dos mais distantes...

Elenin, Elenin, qual o seu real tamanho e o que virá contigo?!! Eles sabem! Só não vão contar em rede nacional ou melhor global! Melhor se fazer de desentendido, porque assim sobra a desculpa de estimativa errada, blá blá blá...

Ravena

6 comentários:

  1. Cada dia mais loucuras nas interpretações astronômicas,cada dia mais perto das mudanças,mais perto da realidade que não podera mais ser escondida!
    PAX ET LUX SEMPER!
    SAUDE E VIDA LONGA!
    NAMASTE!
    kadudox

    ResponderExcluir
  2. Ravena, Ravena, esperava um pouqinho mais de você nestes momentos (brincadeira), mas sério, 15m de diferença, em medidas astronômicas é a mesma coisa que você tentar precisar o tamanho de um grão de areia aqui na terra.
    Quanto ao Elenin, realmente acho que todos os governos já sabem o que esta por vir, só que se falarem, vão causar um tumulto absurdo neste planeta, afinal "quase ninguém" está preparado pra uma mudança. E tumulto com pessoas destemperadas, vai levar a catástrofes. Imagina se todo mundo resolve sair por ai fazendo o que quer, nesta mentalidade 3D, o que vai ter de roubo, estupro, assassinado não é brincadeira. Bom, cansei, um beijo no coração.

    ResponderExcluir
  3. Prezado JeH...

    Você disse toda a verdade em um pequeno comentário. Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá Ravena,

    Viu hj a noticia sobre o cancelamento da livre passagem na europa. Está previsto para Setembro deste ano, a anulação de livre passagem por toda a europa. Já estão se preparando para controlar as froteira e assim evitar uma onda de refugiados.

    Algo temido ou programado está por vir...

    Abs

    ResponderExcluir
  5. Kadudox e Zeh, obrigada pelos comentários. Grande abraço



    Anônimo, eu vi essa notícias uns dias atrás na tv, mas não consegui achar um link se quer, acredita?!É mais um preparo!
    Abração

    ResponderExcluir
  6. Amanhã saberemos se os dados da NASA estão corretos ou não... Ou se é mais uma nave ET dando sua ronda pelo planeta. Em caso de impacto espero que seja num dos oceanos. Ou ainda numa área desabitada. 5 a 20 metros...? Hummm! Amanhã saberemos!?! Se 12000 km não é perto o bastante, o que seria? No site da Nasa criaram até um passado calculado para essa "pedrada" ou nave, porque chamá-la de 2011/MD então???? Tem coisa ou incompetência! O curioso é pelos dados apresentados ela parece orbitar a Terra e não o Sol? Será mesmo um asteroide?

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".