01 agosto 2011

Os Estados Unidos têm que subir o limite da dívida para pagar quem?


Mas afinal, quem são os credores?
Os Estados Unidos têm que subir o limite da dívida para pagar quem?

A área verde indica dívidas governamental (4.613 trilhões de Dólares, 32.3% do total).

A área azul indica dívida privada (9.656 triilhões de Dólares, 67.7% do total).

Na área governamental encontramos as despesas para os serviços e o normal funcionamento da máquina estatal: contas do Governo, fundos do serviço social, reformas e outras.

Na área privada encontramos as dívidas nas mãos de outras entidades, domesticas e estrangeiras:
investidores privados (57,7%) assim repartidos:
investidores nacionais 26,4%
investidores estrangeiros 31,4%

Entre estes últimos, os principais são a China (8,1%), o Japão (6,4%), o Reino Unido (2,3%).

Reparem na posição da Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos: não deveria estar contabilizada na área "governamental"? Pois deveria, se não fosse privada...

O total é um espantoso 14.270 trilhões de Dólares.

No entanto, o simpático Obama anunciou o entendimento, obtido após semanas de duras negociações.
E os diários portugueses não perderam a ocasião para festejar, à moda deles, claro.

Segundo o Diário de Notícias
O compromisso obtido entre os líderes do Congresso e a Casa Branca permite o financiamento do Tesouro norte-americano em troca de um corte de despesas de mais de 2 triliões de dólares (1,38 biliões de euros) a longo prazo.

Segundo o Expresso
O Presidente conseguiu dois pontos-chave: o teto de endividamento sobe até, pelo menos, 2,1 triliões de dólares (2100 mil milhões), sem a necessidade de novas negociações de subida até março de 2013 (quando o presidente eleito nas presidenciais de novembro de 2012 tomar posse);
Assim, Obama conseguiu uma subida do endividamento de 2,1 trilhões de Dólares enquanto foi obrigado a cortes de "mais de 2,1 trilhões"?

Mais ou menos é isso, mas a notícia poderia ser explicada melhor.

O acordo permite aumentar o limite legal de endividamento em 2,4 trilhões de Dólares; em troca prometeu cortes na despesa no valor de 2,8 trilhões de milhões de Dólares nos próximos dez anos.
E o aumento de impostos sobre os mais ricos, o mesmo que os democratas tinham exigido ao início?
Puff, já não é.

Isso significa que a dívida total dos Estados Unidos pode agora atingir (legalmente) uns espantosos 16,8 trilhões de Dólares (!!!).

E, claro está, é tempo de celebration.
Barack Obama disse aos jornalistas:

[o compromisso] vai assegurar que não iremos enfrentar a mesma crise daqui a seis meses, oito meses ou 12 meses.
6, 8 ou até 12 meses? Isso significa que o simpático Obama prevê atingir o novo limite da dívida daqui a 6, 8 ou 12 meses. Epá, meus senhores, esta é uma verdadeira visão de longo prazo!

Agora todos os Americanos podem ficar descansados.
O mundo é salvo.
Até 2012.


10 comentários:

  1. Coisa de louco este caso dos EUA, Ravena.
    Foi a maracutaia mais bem arrumada em questão de horas em troca de muitos favores com a cabeça lá na reeleição do Obama.
    Esses senhores do mundo devem ter lido muitos blogues e relatórios como o do GEAB/LEAP2020 que previam uma quebradeira para este segundo semestre na Eurozona e nos EUA a terra do Tio Patinhas e do Gastão. Gastão mesmo,gastam de mais da conta.
    E aí arrumaram um jeitinho de tentarem consertar as coisas. Me parece que o plano dessa gente falhou na tentativa de criar o caos e impor a NOM.
    Será que atrasamos por alguns mêses os planos da elite global em causar a queda e apresentar a NOM Ravena? Me veio isto na cabeça.
    Boa noite.

    ResponderExcluir
  2. De acordo com algumas fontes, o Brasil é o quarto credor (T-Bonds)dos Yankees. Contabilizando um total de USD$ 216 Bilhões em T-Bonds, que não passam de papéis (Notas Promissórias), que podem valer nada a qualquer momento.

    Segundo as predições, os Estados Unidos irão quebrar irreversivelmente. E quando o grande barco afunda, quem estiver próximo afunda junto. É só uma questão de Tempo. Coloco as mãos no fogo pelo Pai Joaquim via Firmino Leite. Este é infalível.....A economia do mundo irá quebrar, 100% garantido. Is coming soon......

    ResponderExcluir
  3. Ué!Pensei que ia soçobrar agora,já!Parece pique -
    esconde,pique tá!!!E o tal de Asteroide Vesta?Nave
    espacial Dawn... é mais um pro rosário de enigmas
    cósmicos? Florence+The Machine -Dog Days Are Over.
    Vale a pena ver e ouvir esse Video Clip e depois ligar mais ainda as antenas! Abraço Fraterno

    ResponderExcluir
  4. Ravena, a situação não é das mais simples.

    O tão elogiado congresso americano provou que pouco se importa com os rumos da economia, e como todo político, só pensam na próxima eleição.

    O interessante é que, analisando bem rapidamente, os EUA devem em dólar. Quem controla o dólar mesmo? Alguns podem dizer que é o mercado, mas quem é o "maior" pagador? Quem é que sozinho tem um PIB de quase $15 trilhões?

    Pois é. Eles devem, mas eles também controlam todo o sistema financeiro! Engraçado isso.

    Brasil e China já conversaram sobre a tão sonhada alternativa ao dólar, mas isto ainda é uma utópia!
    A China tem "apenas" a sexta maior reserva de ouro do mundo. O Brasil está bem longe disso, está na quinquagésima posição. Os americanos possuem as maiores reservas.

    PS Rave, explica melhor o seu post em que vc fala que os EUA não possuem ouro, meio confuso isso.

    ResponderExcluir
  5. nao sao 16.8 bilhoes, mas 16.8 TRILHOES

    ResponderExcluir
  6. Sem pretender engrossar as fileiras conspiratórias e analisando o histórico do cenário político e econômico mundial + minhas projeções sobre os desdobramentos do mesmo a curto e médio prazo, sou levado a perceber uma intensão deliberada de difundir a paranóia para poder justificar UMA LIDERANÇA SALVADORA banhada em sangue, fome e muita destruição.
    Os EUA conseguiram vender a imagem de fragilidade econômica e depois desse aumento de sua dívida (?), está travestido. Não poderia existir melhor momento para um ataque de falsa bandeira. Motivações para isso não faltam. Muito da economia mundial foi atrelada a venda de "papéis ilusórios" pelos EUA. Um verdadeiro 171 global utilizado em conjunto com a política das ações de ingerência.
    Agora podem agir com maior liberdade na continuidade de planos para provocar um colapso na zona do euro.
    Pela velocidade dos acontecimentos, é questão de poucas semanas. Algum ataque na Europa, mais lenha no oriente médio com foco na Líbia. Israel será manchete nos próximos 20 dias pois precisa tb de um ataque de falsa bandeira para conter movimentações internas.
    Essa história do ouro é fantástica. Para tentar criar um outro lastro em substiuição ao dólar, muita gente migra para o ouro. Quem ganha com isso? Procurem pesquisar quem está vendendo ouro ultimamente. Procurem pensar no poder do ouro em um cenário apocalíptico. Vai adiantar dólares, ouro, euros, ou qualquer outro tipo de moeda? NOVA ORDEM. NOVA MOEDA. Todos, exceto eles...
    E o mais importante : Não esperem por um salvador. Nosso vínculo com um salvador é quebrado com o rompimento do cordão umbilical. Alí deveríamos perceber que nascemos para desenvolver nossas próprias forças. É como se a inteligência nos dissesse : Vai. Agora é com você!

    ResponderExcluir
  7. Como parte do plano, os Illuminatis criam a ilusão de que a saída é comprar ouro.
    Deu certo. Vejam o link http://www.24hgold.com/english/home.aspx

    O ouro não para de bater records, evidenciando o poder da mídia em sugestionar as pessoas e conduzí-las qual gado para situações criadas.

    ResponderExcluir
  8. Convenientemente a mídia não noticia mas a temperatura em Israel é crescente.

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/08/110812_analise_israel_protestos_wd_cc.shtml

    ResponderExcluir
  9. OURO,OURO,OURO, MAS PORQUE RAIO IDOLATRAM TANTO O OURO?SE PEGASSEM NISSO E FIZESSEM UM CHIQUEIRO PARA PORCOS, ELES (OS PORCOS)NÃO LHE DAVAM O MENOR VALOR,QUANDO COMPARADO COM UMA BELA ABOBORA E TRÊS DIAS DE FOME

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".