30 outubro 2011

A popular e simétrica visão da Via Láctea como aprendemos é pura especulação científica.


Encontrado o braço perdido da Via Láctea, entretanto, cientistas dizem que não é um local próprio para vida. Como todos sabemos, quando se trata de um bom lugar para viver, tudo depende de localização. Infelizmente, parece que o recém descoberto braço exterior da Via Láctea pode não ser o melhor local para encontrar vida alienígena.

Ele foi descoberto por pesquisadores do Centro Smithsonian de Astrofísica de Harvard, mas um especialista acha que precisam estudar o centro da galáxia para descobrir vida. A nova espiral encontra-se na extremidade do braço Scutum-Centaurus, a uma distância de aproximadamente 50 mil anos-luz do centro.

A descoberta representa um enorme salto positivo em nossa compreensão do formato da Via Láctea. Pode surpreendê-los, mas a forma espiral simétrica bela que vemos nas imagens é na verdade pura especulação.

A popular e simétrica visão da Via Láctea como aprendemos é pura especulação científica.

Enormes quantidades de poeira interestelar bloqueiam nossa visão do cosmos, por isso os astrônomos têm assumido a sua forma a partir do que somos capazes de observar - que é aproximadamente a metade da galáxia.

Isso mudou após Thomas Dame e seu colega Patrick Thaddeus apontaram seus surpreendentemente modestos telescópios de quatro metros no telhado da CFA em Massachusetts para uma terminação distante da Via Láctea.

Eles descobriram uma nova seção cheia de gás molecular condensada medindo cerca de 60 mil anos-luz de comprimento. Ela representa um enorme pedaço do quebra-cabeças galáctico, no entanto, pode não ser o melhor lugar para a vida ter evoluído.

A Universidade Virginia Trimble na Califórnia, que estuda a evolução de galáxias, acredita que os planetas ricos em matéria diversas, como a Terra, e que são ideais para a vida, são mais propensos a serem encontrados perto do centro da Via Láctea. Se a vida evoluiu nos confins ou extremos, no entanto, poderiam muito bem existir a bilhões de anos antes de nossa civilização, como as estrelas que existem com cerca de duas vezes a idade do Sol.

Fonte: Daily Mail – UK
Leia a matéria em inglês AQUI
Tradução e adaptação de texto: Gério Ganimedes


Comentário do Autor

Afinal, parece que aos poucos vamos aprendendo, que tudo aquilo que nos ensinaram e nos foi mostrado como absoluto e real, não passa de uma ilusão criada pelos cientistas e donos do poder da verdade. Você observa fielmente um cenário, pensando e acreditando que tudo ali é sólido e palpável, mas quando chega perto e tenta tocar, a ciência moderna desmistifica e dissolve suas expectativas anteriores, sublimando a rocha cenográfica diante de nossos olhos.

Depois querem que acreditemos que não exista vida inteligente e avançada fora daqui. Baseado em que e em quem? Nos cientistas e filósofos da humanidade? Na palavra da igreja?

Por favor, senhores sejam mais abertos e expansivos em vossa ciência e consciência empírica, que diz ser moderna, e não tentem ser os senhores da razão e da verdade absoluta. Pois não podemos basear nossa vida, apenas naquilo que vemos e tocamos. Por favor, parem de dizer que a certeza de vocês é a verdade única e aceitável, pois, a muito, estamos deixando de confiar nos senhores cegos de razão.

Gério Ganimedes

Direitos Reservados - Projeto Quartzo Azul ©©: http://projetoquartzoazul.blogspot.com/2011/10/encontrado-o-braco-perdido-da-via.html#ixzz1cBdeG2rF

2 comentários:

  1. Encontrado o braço perdido da Via Láctea, entretanto, cientistas dizem que não é um local próprio para vida............Crooks & Liars pretenciosos!!! Que tipo de vida estes cientistas semi-deuses se referem? Homosapiens de Beverly Hills? Bush's Clam? Estes cientistas 171 pretenciosos não conhecem mesmo o planeta Terra. Ainda querem dar opinião numa região do espaço que está a 60 MIl anos luz.....
    Com todo respeito Ravena.....estes cientistas são uns verdadeiros idiotas. Nem sabem que suas mulheres tem amantes.......kkkkkk......Que tal, The Dark Side of the Moon....hahahaha....What?
    Give me a break! I'll give up!

    Tharcon

    ResponderExcluir
  2. Mas ele aceitarem que estavam errados não é exatamente o que a ciência diz, eles não sabem a verdade absoluta e nunca disseram que a Via Láctea era exatamente do jeito que eles pensavam até então, se não aceitassem mudanças nunca iriam dizer que haviam encontrado um novo Braço no que se especulou que não existia, não é?

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".