09 novembro 2011

Temperatura superou 42º, tempestade e nuvens incomuns na Argentina - Tempestade em Salvador - Vulcão no Congo entra em erupção


Fortes ventos, uma formação de ventos secos batizada de Zonda na Argentina, causam grandes danos na província de Mendoza. A temperatura superou os 42°C. As tempestades causaram pelo menos duas mortes. Além disso, centenas de árvores caíram, muitos pontos ficaram sem luz e residências foram destelhadas, conforme o site local MDZ. Depois da forte instabilidade reduzir sua força, nuvens de forma incomum, chamadas mammatus, foram registradas nos céus da região.


Nuvens muito carregadas cobrem desde a tarde desta terça-feira o Centro da Argentina, provocando temporais de chuva forte, vendavais e granizo. Conforme a MetSul, a instabilidade no país vizinho deve aumentar ainda mais com tempestades severas nesta quarta-feira no Centro e no Norte argentino, além do Uruguai.

Houve queda de granizo de grande tamanho em alguns locais com danos. Na localidade de Bragado, o vento destelhou casas e prédios públicos.

O Serviço Meteorológico Nacional, em Buenos Aires, emitiu um alerta de tempestades muito severas para as províncias de Buenos Aires, Córdoba, Entre Rios, La Rioja, San Luis e Santa Fé. Meteorologistas argentinos advertem até para o risco de tornados. Há possibilidade de temporais muito fortes também para o Uruguai, onde a Meteorologia local colocou todo o país em alerta.


Flagrante de formação rara de nuvens mammatus

O gaúcho Matheus Fontana, de Palmeira das Missões, em viagem de trabalho na Argentina, registrou o céu coberto por nuvens do tipo Mammatus na cidade de Marcos Juarez, situada na província de Córdoba. Além de Córdoba, as nuvens Mammatus foram observadas na província de Santa Fé. Segundo o meterologista da MetSul Luiz Fernando Nachtigall, o aspecto das nuvens realmente impressionou. “Formações deste tipo não chegam a ser raras e tivemos aqui no Estado no último verão, mas é pouco frequente se ver as nuvens em forma de mamas com tamanha definição e quantidade no céu”, explicou Nachtigall.

As nuvens Mammatus, geralmente, formam-se debaixo de uma nuvem Cumulunimbus, a mais comum e conhecida pelo público nas tempestades, mas podem acompanhar também outras formas de nebulosidade. "As Mammatus podem parecer ameaçadoras, especialmente com a luz diferenciada de um final de tarde, mas sua formação indica justamente que a tempestade está perdendo força", relatou o meteorologista.




A Defesa Civil de Salvador (Codesal) registrou, até às 19h00 desta terça-feira (8), 91 solicitações de emergência na capital baiana. Entre as denúncias estão sete alagamentos de área, 22 ameaças de desabamento de imóvel, quatro imóveis alagados, cinco desabamentos de muro, três desabamentos parciais e 35 deslizamentos de terra.

As solicitações estão diretamente ligadas às fortes chuvas que atingem Salvador desde terça-feira (8). Segundo o Climatempo, das 10h de segunda-feira (7) até o mesmo horário de terça-feira, as chuvas corresponderam a 82% do previsto para todo o mês de novembro em Salvador, sendo o maior volume registrado em 24 horas em 2011. O mau tempo deve continuar nesta quarta-feira e deve melhorar na quinta-feira (10), quando começam a diminuir as ocorrências de chuva, de acordo com o instituto.

Leia na íntegra aqui e aqui



Um vulcão localizado no monte Nyamulagira, leste do Congo entrou em erupção.

As explosões e lavas colocam em risco a fauna local caracterizada pela riqueza e diversidade. O parque nacional de Virunga que abriga animais como hipopótamos e gorilas deve ser atingido.

A cidade mais próxima chama-se Goma localizada aproximadamente à 22km do vulcão e abriga cerca de 500 mil pessoas. Especialistas não acreditam que as lavam devam chegar ao centro urbano.

Fonte: R7

Um comentário:

  1. Sobre a nuvem Mammatus:

    http://www.youtube.com/watch?v=crthvpb0wko&feature=youtube_gdata_player

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".