07 outubro 2014

Tremor de 3,5 atinge Jaraguá do Sul, em SC e sinal de luz é observado no céu da cidade




E o treme treme no Brasil continua, mas o mais interessante neste caso foi o sinal de luz observado na cidade por um objeto não reconhecido (imagens acima).

Um tremor atingiu a cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, na madrugada da última segunda-feira e assustou moradores da região. Segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), o tremor teve magnitude 3,5 na escala Richter.

Segundo Marcelo Prochnow, secretário da Defesa Civil do município, o abalo sísmico foi sentido em alguns bairros como Rio Branco, Santa Luzia e João Pessoa. “O tremor ocorreu por volta das 4h32 de segunda-feira. Os moradores só ligaram durante a manhã e, pelo barulho que o terremoto causou, muitos acharam que se tratava de trovões", afirmou Marcelo.

De acordo com Eveline Sayão, geógrafa do Observatório Sismológico de Brasília, o fenômeno é considerado terremoto, mas de baixa intensidade. “Esses tremores acontecem com pouca frequência no Brasil, e a acomodação de solo pode ser um dos fatores que causam o abalo sísmico.” A geógrafa acrescentou ainda que o tremor durou segundos.

Por precaução, técnicos da Defesa Civil foram enviados aos bairros atingidos, mas nenhum dano estrutural foi detectado. O epicentro do terremoto ocorreu próximo à cidade de Joinville. 

Conforme o professor do Observatório Sismológico da UnB, George França, o fenômeno é considerado um terremoto de magnitude baixa e os abalos não são facilmente detectados. Segundo o especialista, o tremor de terra teve duração máxima de quatro segundos. Ele afirma que essa atividade é rara no Brasil, "mas puramente normal". Em 2007, um tremor de baixa magnitude foi registrado em Joinvillee, em 2012, outro abalo foi detectado na cidade deCampo Alegre.

Fontes:
http://noticias.terra.com.br/brasil/cidades/vc-reporter-tremor-atinge-jaragua-do-sul-em-sc,f3f3b62633ce8410VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2014/10/terremoto-de-baixa-intensidade-e-registrado-em-jaragua-do-sul-sc.html

http://poracaso.ocponline.com.br/primeiras-imagens-fenomeno-avistado-em-jaragua-sul/

Não é necessário cadastro no blog, pode selecionar a opção Anônimo, mas registrem um nome, um apelido. Comentários Anônimos não serão publicados.

5 comentários:

  1. ? ? ?

    http://forum.antinovaordemmundial.com/Topico-porque-os-estados-unidos-precisam-uma-guerra-na-europa

    http://www.youtube.com/watch?v=G-HjHxh0HTc

    http://www.youtube.com/watch?v=sV1YNVPUd2U

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o amigo Ap , fake total essas fotos. As duas primeiras o suposto óvni é simplesmente reflexo dos outros pontos de luz (poste , carro) Já a ultima pode ser até mesmo o sol por entre as nuvens. Sobre o tremor é como os especialista disseram : é raro mas também é normal. Preocupante mesmo é essa falta de agua aqui em SP

    ResponderExcluir
  3. Meu k bosta de img da pa ve k e uma montagen

    ResponderExcluir
  4. É comum em países aonde ocorrem terremotos o aparecimento de clarões no céu antes, durante e depois do acontecimento. Os mais espetaculares são do tipo quando ocorrem fissuras na crosta terrestre e observam-se clarões vindo de dentro das fissuras em direção ao ceu. Para os observadores locais a impressão é que o interior da terra é repleto de luz. Físicos já escreveram diversos artigos a respeito destes clarões. Basta pesquisar na internet.
    O mundo está cheio de pessoas que desconfiam uns dos outros, e que trazem consigo mesmos a infeliz condição de confiarem demais em suas próprias ignorâncias e maldades. O excesso de razão é um perigoso pretexto para qualquer um emitir uma opinião sem fazer o uso do bom senso na hora de dar vida aos próprios pensamentos.
    Abraços, Joao Ningishzida.

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".